Fandom

Fullmetal Alchemist Wiki Brasil

Amestris

123 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar
Amestris
AmestrisFlag.png
Kanji アメストリス
Romaji Amesutorisu
Informação Física
Capital Cidade Central
Fundação 1550 (oficialmente)
Área 723,456 km²
População 50,000,000
Densidade 69/km²
Informação Política
Gentílico Amestrino(a)
Governante Führer
Aliados Xing
Inimigos Drachma
Aerugo
Creta

Amestris (アメストリス, Amesutorisu) é um país militar formado por diversas nações antigas e a principal localização da série Fullmetal Alchemist.

Amestris é um estado unitário com um governo do tipo republicano parlamentarista. O país possui uma população de cerca de 50 milhões de pessoas, que são chamadas de Amestrinos. O chefe de estado de Amestris é também o comandante das Forças Armadas Amestrinas, aquele que recebe o título de Führer (大総統, Daisōtō, "grande führer", "grande condutor", "grande guia", "grande líder" ou "grande chefe"). O país parece ser composto de diversas nações antigas, sendo bem diversificado em termos de cultura e religião, que as diferentes regiões administrativas demonstram. Amestris possui cinco divisões administrativas: Área Norte, Área Sul, Área Oeste, Área Leste e Área Central, das quais a área leste é a mais diversa, englobando um povo de etnia muito diferente da maioria dos amestrinos, conhecido como o "povo de Ishval", e seus integrantes de pele escura e olhos vermelhos são comumente chamados de ishvalianos. A cultura de Ishval difere muito do resto do país pelo fato de seus habitantes serem extremamente religiosos, a maioria renunciando completamente a alquimia presente em Amestris. A região de Ishval foi destruída pelo exército amestrino após uma conspiração dos homúnculos que levou à Guerra Civil de Ishval e, ao mesmo tempo, ao Genocídio Ishvaliano.

Governo

Amestris é um estado unitário com um parlamento republicano bicameral ou unicameral que foi usado como fachada para um mandato autoritário. O governo é quase completamente militar, sendo que o Comando Central, localizado na Cidade Central, decide os governos regionais sem eleições. As únicas eleições conhecidas são as de cargos legislativos no parlamento, mas estas parecem ser forjadas e incapazes de afetar a decisão final. Na prática, o governo é composto de posições nominadas. A população de Amestris questiona e confronta o regime militar seguidamente, sendo que grande parte dos civis amestrinos tem a mania de chamar os soldados de "cães do exército", e raramente se mostram amigáveis a eles.

Os postos regionais do governo são diretamente subordinados ao Comando Central e tem pouca liberdade de ação, embora a competição política entre líderes de tais postos seja constante.

História

EAST.jpg

Representação do "profeta do leste."

Amestris foi oficialmente fundado em 1550, embora o país já existisse antes, sem muita organização governamental. A vinda do "profeta do leste" mudou a história da nação, dando-lhes conhecimento na prática da alquimia, o que causou Amestris a se tornar uma nação extremamente poderosa e influente em toda a região. Depois disso, Amestris começou a invadir, dominar e incorporar os países vizinhos, levando à rápida expansão do país. Desde sua formação, a estabilidade política e econômica de Amestris foi baseada na guerra.

Em julho de 1558, Amestris declarou guerra a Riviere (um pequeno país ou cidade-estado), resultando na primeira batalha sangrenta da história conhecida do país. Nos séculos seguintes, Amestris invadiu outros estados, como Cameron em 1661 e Wellesley em 1881.

Em outubro de 1835, Amestris invadiu Aerugo, começando uma guerra que durou até o início da série.

No ano de 1894, o General King Bradley, considerado um herói de guerra, foi apontado como comandante-chefe, ou führer, do país. Desde o apontamento do Führer Bradley, os conflitos nas fronteiras aumentaram a um nível nunca antes visto, resultando em diversos massacres e guerras civis, sempre a mando das forças centrais de Amestris.

IshvalAlchemists.png

Obecendo à Ordem 3066, os alquimistas federais marcham rumo a Ishval. O genocídio que se seguiu causou muitos deles a abandonarem seus postos e/ou fugir da guerra.

No ano de 1901, uma garota ishvaliana foi baleada e morta por um soldado amestrino (que era, na verdade, o homúnculo Inveja disfarçado) na província de Ishval, conhecida como uma área instável e rebelde. A revolta que se seguiu ficou conhecida como a Guerra Civil de Ishval, que durou até 1908, quando o Führer Bradley deu a "ordem 3066", mandando a divisão especial mais temida de todas as Forças Armadas Amestrinas, os "alquimistas federais", para a batalha. Com a ação dos alquimistas federais, a área foi devastada e sua população quase totalmente massacrada até o ano de 1909.

Entre 1914 e 1915, mais conflitos ocorreram. As principais batalhas ocorreram em Liore (entre o exército e a igreja do deus Leto) e Briggs (entre as tropas defensoras do forte e uma tropa invasora de Drachma).

No inverno de 1915, Amestris enfrentou a maior crise desde sua fundação, com uma guerra civil ocorrendo no coração do país, que acabou por causar a morte do Führer Bradley e a ascensão ao poder do Führer Grumman, ex-comandante da Área Leste.

O governo do Führer Grumman mudou drasticamente a política de Amestris, promovendo tratados de paz com as nações vizinhas e removendo as forças militares das fronteiras, concentrando esforços para conseguir o apoio de países vizinhos, especialmente o distante Xing. Os esforços combinados do General de Brigada Roy Mustang e do Imperador Ling Yao melhoraram muito as relações entre os dois países.

Geografia

MAP.png

Mapa mostrando a região onde Amestris se localiza.

A geografia de Amestris é bastante diversa, variando de áreas desérticas no leste aos alpes do norte, as planícies montanhas e cânions a sul, oeste e sudoeste. O país não tem acesso a nenhuma costa marítima, sendo completamente rodeado por outros países (Creta a oeste, Aerugo ao sul, o gigante Drachma a oeste, norte e noroeste e o grande deserto onde localizava-se Xerxes a leste, que separa Amestris do distante país de Xing). Sabe-se que há diversas outras nações no continente, mas as culturas e nomes destas são desconhecidas. Há uma rota aquática de Xing a Amestris, considerada "o caminho longo", mas sua localização é desconhecida.

Amestris possui uma lenta, porém progressiva expansão urbana, sendo que sua capital e maior cidade - a Cidade Central - possui as maiores construções e uma vida urbana agitada. A população amestrina parece se concentrar nas áreas central, leste e sul do país, sendo que o norte é bastante desolado e o oeste possui cidades bastante esparsas. O clima do país varia entre temperado, mediterrâneo e subtropical na maioria das regiões, mas a região de Briggs possui temperaturas semi-glaciais.

População

MAP2.png

Um detalhado mapa do país Amestris, mostrando suas áreas, fronteiras e cidades.

A população de Amestris é de cerca de 50,000,000 (cinquenta milhões) no ano de 1915, mas a densidade populacional varia entre as fronteiras e as áreas urbanas e rurais. A população nativa, ou seja, as famílias amestrinas de "sangue puro" possuem cabelos loiros e olhos claros (geralmente azuis ou verdes), sendo que a influência étnica das nações incorporadas fica evidente no resto da população, composta por diversas etnias puras e combinadas, como os ishvalianos, que possuem a pele escura e olhos vermelhos.

Tecnologia

Artigo principal: Forças Armadas Amestrinas#Armamento
Automail.png

O "automail" do alquimista federal Edward Elric.

O nível tecnológico de Amestris é o maior da região, e a nação aparenta ter passado por uma recente revolução industrial, com motores a vapor e automóveis começando a substituir carruagens como o principal modo de transporte do país. A maioria dos carros é no estilo do Ford Model T (também conhecido como "forde de bigode"). O meio de transporte mais utilizado no país para viajar de uma cidade a outra é o trem. A eletricidade, embora abundante, não tomou o lugar de lampiões a querosene, que ainda são muito usados nas áreas rurais. O carvão continua sendo a principal fonte de combustível de Amestris. As próteses desenvolvidas no país são famosas em toda a região, embora algumas das sofisticadas partes robóticas (automails) não se encaixem muito ao resto da tecnologia amestrina atual, tendo uma capacidade de conexão com formas biológicas a um nível avançado em no ramo da biomecânica. Em termos de armamento militar, as armas de fogo variam de pistolas a rifles e metralhadoras, sendo que tanques de guerra estão sendo desenvolvidos pelo Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento do Forte de Briggs.

A alquimia de Amestris é conhecida como a mais estudada e desenvolvida em toda a região, o que causou ao país avanços imensos nas áreas de química e metalurgia.

Trivialidades

  • A nação de Amestris parece ser baseada em uma mistura de certas culturas ocidentais, principalmente as culturas inglesa e alemã.
  • A culinária do país é similar à inglesa, tendo a torta de maçã como sobremesa famosa.
  • A língua amestrina escrita é idêntica à língua inglesa.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória